ÚLT POSTS

PUBLICIDADE


Dia 17 de Novembro de 2021 eu e meu marido chegamos no Rio de Janeiro. Estava quente, não como de costume, mas o suficiente para me lembrar em como o verão no Brasil pode nos castigar. Era a primeira vez do Corey no Brasil, tínhamos muito o que ver, fazer, e pouco tempo. Algumas coisas teriam que ficar de lado.


Meu maior objetivo era passar tempo com a minha família que ele também não conhecia e mostra-lo as duas partes do meu país. A que eu cresci e a parte rica. Meus amigos era algo mais do que importante para eu apresentá-lo, mas infelizmente não consegui encontrar com todos eles e tudo bem.

A viagem foi ótima, comemos muita comida boa, vimos pessoas que são mais do que importantes na minha vida, fomos a lugares incríveis e tudo mais. Meu marido amou a experiência e disse que não queria voltar para os EUA.

Já eu, nos últimos dois dias no Brasil, não via a hora de voltar. Eu estava me divertindo, de férias, se nenhuma preocupação ou criança gritando, mas minha vida é aqui, e por mais que eu tenha planos de um dia migrar para outro país, atualmente aqui é o meu lar.

Agora, depois de uma leve introdução de como foi a nossa viagem, posso listar aqui as lições que aprendi nesses 16 dias no Brasil.


1- Aprender a colocar limite nas pessoas FUNCIONA.

Eu sempre lutei muito para colocar limite nas pessoas, tinha medo de dizer não, tinha medo de decepcionar alguém que já me ajudou demais nessa vida, tinha medo de ferir os sentimentos das pessoas e acabava me envolvendo em situações que não me faziam bem só para que as pessoas não ficassem chateadas comigo e dessa vez isso não aconteceu.
Priorizei os familiares e amigos que eu queria ver. Não consegui ver todos os amigos que eu priorizei e tudo bem, temos a vida inteira pela frente.


2 - A cobrança das pessoas não me afeta mais.

Eu tinha muito medo de ser cobrada pelas pessoas e forçava relacionamentos que foram ótimos durante um período, mas depois deixou de ser. Quando eu digo que forçava, eu me obrigava a visitar, encontrar  e ligar para pessoas que não tinham mais nada a ver comigo, que não me faziam bem simplesmente pelo fato de que eu achava ou ouvia que eu TINHA que ver aquela pessoa que me ama tanto.


3 - As pessoas vão arrumar motivos para falar de você independente do que você faça.

Existem pessoas que focam tanto em você que as vezes elas se esquecem delas. Há algumas pessoas que eu não avisei que estava indo e chegando lá, eu não marquei encontro, simplesmente porque eu não quis e não havia propósito nenhum colocar energia em um encontro que não seria benéfico para ambas as partes. Algumas pessoas eu não avisei que eu estava indo porque eu queria de fato fazer uma surpresa, o que deu errado no final para algumas pessoas porque contaram que eu estava indo e como eu disse, infelizmente há pessoas que focam demais em você e esquecem delas mesmas. Isso resultou em chororô, indiretas no instagram e sentimentos feridos de ambas as partes. Da minha parte por ler inverdades sobre mim, e da terceira parte por criar um sofrimento desnecessário e causando um afastamento que não era pra ter acontecido. 
Teve muita gente que eu queria ver, não deu, e mega entenderam que elas não são o centro das atenções e não me abordaram de forma tóxica. 


5 - Eu não sou egoísta por me colocar em primeiro lugar.

Essa lição eu já tinha aprendido, mas vale a pena ressaltar. Fazer o que é melhor para você desde que você não prejudique o outro é amor próprio e não egoísmo. Eu não me arrependo de ter gastado o meu tempo no Brasil como eu gastei, apesar de saber que há pessoas que falaram MUITO mal de mim. Eu não posso ser responsável pelo que os outros sentem em relação a mim, mas sim eu como eu me sinto em relação a elas.


Enfim, queria deixar apenas uma breve reflexão no meu diário virtual que é o meu blog.

Um beijo!

COMPARTILHE

Comente pelo Facebook!

Comente pelo Blog!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *